Naruto origens testes
Bem vindo ao Naruto RPG Origens, leia as regras, faça sua ficha de personagem e divirta-se.

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1default Edo Tensei em Seg Fev 25, 2013 4:11 pm

[ADM] Sheldon C.

avatar
Administrador

Edo Tensei


Atenção: Antes de usar a técnica, leia as regras abaixo.

Geral


O Edo Tensei foi originalmente uma técnica desenvolvida por Tobirama Senju e foi mais tarde aperfeiçoada por Orochimaru (capítulo 520). Kabuto, entretanto, afirma ter dominado a habilidade a um nível ainda maior do que eles. Kabuto diz, ainda, que esta técnica é a "técnica maior e mais poderosa do universo shinobi" (capítulo 520), pois, aparentemente, não representa risco algum ao usuário (capítulo 521). De acordo com Madara, esta técnica foi originalmente feita para permitir que o reencarnado use um ataque devastado e suicida, afim de varrer o campo de batalha (capítulo 561).

Para realizar esta técnica, o usuário deve primeiro adquirir alguma amostra do DNA da pessoa que pretende reencarnar. Kabuto observa que esse processo pode ser, basicamente, o de roubar um túmulo; manchas de sangue ou órgãos recuperadas após a morte do alvo também funcionem (capítulo 520). A alma do pretendido reencarnado também deve residir no mundo puro (净土, Jodo); aqueles cuja alma tem sido consumida pelo Deus da Morte, por exemplo, não podem ser reencarnado.

Em seguida, um sacrifício vivo é necessário para a alma do reencarnado, utilizando-o como uma ponte (capítulo 520). Uma vez que todos os pré-requisitos para a técnica foram cumpridos, o DNA adquirido da pessoa é posto em um pergaminho especial e, uma vez que o pergaminho é ativado, espalha-se os restos sob a forma de um selo especial com o sacrifício vivo no centro. Em seguida, poeira e cinzas encerram o corpo do sacrifício, dando-lhes a mesma aparência que o reencarnado tinha na época de sua morte. O processo é aparentemente um pouco doloroso (como pode ser visto quando Fu foi usado para reencarnar Torune). A pessoa é então reencarnado e o produto final é normalmente armazenado em um caixão até ser convocado pelo usuário. O utilizador pode, teoricamente, reencarnar um número ilimitado de pessoas, desta forma, desde que se tenha corpos o suficiente para sacrifícios, chakra e o DNA para a realização da técnica.

Invocação


Primeiramente, o corpo do reencarnado é armazenado em um caixão. Seu corpo irá estar sem e em leve estado de decomposição, marcado por rachaduras e outras imperfeições. O indivíduos também parecem estar dormindo. Ao acordar, eles conservam a sua personalidade, memórias, e todas as habilidades que eles tinham em vida, incluindo a kekkei genkai, contratos de convocação, etc. Apesar da roupa ser reproduzida no corpo, suas armas, por outro lado, não reencarna junto de si se não estiverem consigo no ritual. Deve-se consegui-la de outra forma, como visto quando dois membros dos Sete Espadachins da Névoa não foram capazes de recuperar as suas armas a partir do pergaminho de reencarnação devido a estarem em posse de outras pessoas (capítulo 526). No entanto, uma vez obtida, o shinobi que tem posse das armas - tendo feito parte do ritual junto do corpo - são ainda capazes de voltar à vida com o armamento, independentemente do número de vezes que voltam para dentro de seu caixão (capítulo 527, 546).

Como desvantagem, o reencarnado mantém permanentemente qualquer dano aos órgãos ou limitações físicas de qualquer tipo que receberam durante a sua vida. O convocado têm a maior parte de seus olhos com a cor cinza e parte da cor original, entretanto o olho, em si, permanece escurecido. Quando Kabuto toma o controle completo deles, no entanto, coloração negra com íris branca (521). Com exceção de algumas partes, a cor dos olhos que envolvem dōjutsus não muda em nada. O convocado pode ser chamado à vontade pelo usuário, invocando um caixão vazio para emergir e recuperar o indivíduo.[10]

O invocado pode sentir chakra da pessoa que o invocou fluindo através dele (capítulo 530). Pessoas com capacidade sensorial também são capazes de ir um passo além e decifrar a real origem do chakra que está manipulando-os, mesmo se o invocador estiver dentro dos limites de uma barreira. Isso representa uma desvantagem em potencial para o invocador, como, por exemplo, se um invocado renegado que não está mais sob seu controle direto for capaz de localizá-lo (capítulo 577).

Controle


Depois que o indivíduo tenha sido chamado e despertado, o invocador pode controlá-lo a sua vontade, usando um selo especial, que é ligado à extremidade de uma kunai e implantadas no cérebro. Após a implantação da kunai com o selo, o indivíduo reencarnado vai mudar sua fisionomia ainda mais, eliminando todas as imperfeições remanescentes estéticas, como sua cor original que é reativada, com exceção de pequenas fissuras que podem ser vista em todo o corpo.

Selos diferentes podem ser usados ​​para adotar diferentes graus de controle. Orochimaru utiliza um selo que elimina completamente a personalidade de quem invocou, transformando-o em uma máquina de matar sem sentido sob o seu comando. Kabuto prefere usar um selo mais fraco para certos indivíduos, permitindo-lhes manter algum nível de sua própria personalidade. Esse último método é útil para um combate psicológico (capítulo 516) e também pode permitir que o indivíduo convocado sinta suas próprias emoções, memórias, e até mesmo tenha criatividade para melhorar a sua eficácia em combate (capítulo 514).

as também traz uma série de inconvenientes: exige mais esforço para manter o controle com a ligação mais fracas que pode tornar possível para os corações dos convocados serem influenciados por emoções fortes, o que pode resultar na libertação de sua alma e a volta para o mundo puro (capítulo 522). Até mesmo ordens contraditórias podem ser um inconveniente (capítulo 532). O ninja invocado com suas personalidades ainda intactas têm seus movimentos limitados a determinadas ações, e estão, basicamente, em um estado de "piloto automático" - apenas reagindo às técnicas do inimigo (capítulo 547). Uma vez que eles reconhecem uma técnica inimiga, seus corpos são programados para enfrentá-la com um método adequado (capítulo 548).

Mesmo assim, Kabuto pode remover completamente as suas personalidades, se necessário. Depois de ganhar mais experiência com a técnica, e absorvendo chakra de Orochimaru de Anko Mitarashi, Kabuto exerce maior controle sobre o chamado e pode até mesmo substituir seus próprios selos, aumentando o poder da ligação (capítulo 522). Uma vez implantado, ele pode controlar remotamente ou controlar os indivíduos convocados usando algumas pelas, manipula em uma mapa simples, que funciona como um mapa das sortes (capítulo 521). Quando uma pessoa reencarnada é selada, a pedra quebra e desaparece, e o reencarnado não pode mais ser usado para convocar outros. Isto foi observado quando Zabuza e Haku foram imobilizados por Kakashi, Maki, e o resto da sua divisão. O seixo, por seu grande trunfo, era de cor preta enquanto os outros eram de cor clara (capítulo 575). O invocador também pode falar diretamente com o indivíduo convocado (capítulo 560).

Desde que o invocador não elimine a personalidade reencarnada, o shinobi reencarnado pode quebrar o elo de ligação da técnica entre ele e o invocador. Ao fazer isso, ele assume o controle total do seu ser e, se a técnica for cancelado, eles vão permanecer sob seu próprio poder, com o corpo imortal e chakra que a técnica proporciona.

Melhorias


Diferentemente de quando ainda estavam vivos, o reencarnado tem chakra ilimitado (capítulo 591), bem como aparentemente a quase ilimitada resistência e poder de lutar continuamente - nem Kimimaro, nem Itachi mostraram qualquer cansaço, como fizeram na vida - Itachi foi capaz utilizar múltiplas vezes seu Mangekyou Sharingan sem mostrar cansaço, enquanto as utilizações menores causavam fadiga na vida.

O reencarnado não são capazes de morrer por meios normais. Qualquer dano que recebem, facilmente são ignorados e se regeneraram, seja ele a perda de membros ou a desintegração completa. Nem mesmo matar o invocador vai cancelar a técnica (capítulo 521). O convocado pode fazer uso prático da capacidade de regeneração usando ataques suicidas e jutsus em grande escala para acabar com tudo em um campo de batalha, e depois simplesmente se regenerar (capítulo 518, 561).

Kabuto também pode fazer experiências em seus combatentes convocados, como fez com Madara Uchiha, alegando que ele ele estava ainda melhor do que quando estava em seu auge (capítulo 560). Tobi também modificou os olhos do reencarnado Jinchuriki para combinar com o seu (capítulo 544), bem como selar os Bijuus de volta em seus respectivos hospedeiros.

Combate


Enquanto a reencarnação é imune a ataques tradicionais, como armas básicas e até mesmo a morte do invocador é ineficaz, existem três métodos descobertos para acabar com a técnica:
1. Selar longe a alma do indivíduo reencarnado.
2. O invocador cancelar a técnica. Como eles não são susceptíveis de fazer isso voluntariamente, o ideal é utilizar um genjutsu para induzi-lo a isso.
3. O indivíduo reencarnado é afetado de alguma maneira emocionalmente, de forma que acarreta no encerramento da técnica.
Uma vez que o primeiro método seja realizado, o indivíduo reencarnado brevemente recupera suas personalidades antes de virar pó, deixando os corpos dos indivíduos sacrificados deitado entre as cinzas. Se a técnica for cancelada pelo usuário, os corpos são cercados por uma luz antes de começar a desconstruir (capítulo 589). Depois disso, a alma do indivíduo reencarnado começará a subir, deixando para trás o cadáver de seu sacrificador.

Além dos três métodos de realmente se derrotar a técnica de maneira pura e simples, há quatro descobertas no campo da luta contra a eficácia desta habilidade:
1. A técnica pode ser parcialmente combatida pela imobilização do corpo de forma que não consiga se mover, agir ou ser contatado pelo invocador.
2. Se a reencarnação ainda conserva suas personalidades, eles podem falar contra o usuário, fornecendo dicas e conselhos para combatê-lo.
3. Um certo genjutsu poderoso pode libertar a pessoa reencarnada do controle da técnica, dando-lhe uma ordem e substituindo o controle do usuário (um novo selo de controle inutiliza isso).
4. Se o ressuscitado souber o selo específico, pode-se livrar-se da técnica convocando a Reencarnação do Mundo Impuro, cortando a ligação entre si e com o invocador.
Deve notar-se que o reencarnado ainda são vulneráveis ​​a qualquer técnica que poderia afetar enquanto eles estavam vivos, mas eles são capazes de reformar logo que eles recebem qualquer dano. Além disso, enquanto o reencarnado não pode ser destruído e não sente nenhuma dor que se origina de lesões corporais ou mutilação, eles ainda são vulneráveis ​​aos inconvenientes de suas próprias técnicas ou fraquezas. Tais exemplos incluem Hanzo com veneno; Mu, juntamente com o Nidaime Mizukage, ficam enfraquecidos após o uso de certas técnicas; e Itachi, que fica sangrando pelos olhos na ativação de seu Mangekyou Sharingan.

Comunicados|Regras Secundárias


Regras Gerais



O jogador que for capaz de utilizar o Edo Tensei poderá utilizar todos os corpos que seu personagem mostrou controle no animangá;
Isso não impede a invocação de corpos ganhados no fórum, seguindo a regra;
Para cada invocação, um outro corpo conseguido no On deve ser devidamente preparado e sacrificado;
O corpo é preparado para a técnica na área de laboratórios, não podendo fazê-lo durante a batalha;
Não há limite de corpos preparados, entretanto cada personagem pode invocar apenas uma quantidade X de corpos simultaneamente.


Sobre os Corpos



Todos os corpos terão chakra equivalente a oitocentos e não terão hp (capazes de resistir a certos danos físicos, já mortos);
Todas as invocações requerem um gasto de cento e cinquenta pontos de chakra para serem efetivadas na batalha;
Ninjas invocados pelo Edo Tensei possuem todos os jutsus dos seus personagens, exceto os jutsus criados e os dos clãs do forum;
Também possuem as habilidades originais do ninja, isso inclui selos amaldiçoados, bijuus, etc (invocações são a única exceção);
É importante que, se utilizado um personagem conseguido no On, a arma do mesmo esteja junto dele para poder ser invocada;
É preciso narrar como se está controlando o corpo invocado. Para isso utiliza-se uma kunai com um selo especial ou semelhante.
Caso a alma do Edo tensei seja selada, o usuário não poderá utilizá-la novamente;


Limitações por Personagens.




- Tobirama Orochimaru Kabuto
Genin 0 00
Chunin 0 0 0
Jounin 1 1 1
Anbu 2 3 2
Sanin/Espadachim/Ancião 3 4 3
Kage 3 5 3

Atenção: Somente os personagens acima podem usar o Edo Tensei, e deve-se seguir a tabela acima.

Descrição da Técnica:
Spoiler:
Kuchiyose • Edo Tensei (Invocação • Reencarnação Impura)
Quem usa: Orochimaru, Kabuto e Tobirama
Rank: S
Descrição: Uma técnica que permite que os mortos retornem ao mundo dos vivos. A fim de chamar e prender os espíritos no mundo real, a técnica requer o corpo de uma pessoa viva como um sacrifício da embarcação para o espírito. As cinzas e a poeira especiais cercam o corpo do sacrifício e dão ao espírito sua forma original.Existe um jutsu complementar para essa técnica,onde coloca-se um amuleto composto de uma kunai e inscrições nos corpos e a personalidade do espírito é apagada, transformando os invocados em meras máquinas de matar. Os espíritos têm a habilidade de regenerar todos os danos físicos recebidos e continuarão a lutar mesmo que o oponente seja morto.

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum